Projeto e Implantação do E-Commerce: Um olhar que se Inicia Dentro do Seu Negócio

Projeto e Implantação do E-Commerce: Um olhar que se Inicia Dentro do Seu Negócio

O ano de 2020 começou com a melhoria das perspectivas na economia, e dentro de um cenário mais positivo, muitos empresários começaram a projetar o E-Commerce, como mecanismo de aceleração de vendas. (Comércio eletrônico = conceito aplicável a qualquer tipo de negócio ou transação comercial que implique a transferência de informação através da Internet).

Mas logo cedo, fomos assolados pela pandemia mundial causada pelo coronavírus e ainda, neste momento, não sabemos a extensão da sua consequência.

Sendo assim, a busca pela alternativa de venda eletrônica, passou a ser muito mais do que uma ação para projeção das vendas, mas sim uma questão de sobrevivência para as empresas.

Nunca se falou tanto em vendas on line como agora, e projetos para implantação de lojas virtuais estão em ascensão, porém, é necessário planejamento. Pois vender e se posicionar mercadologicamente, requer algo mais complexo, e sobretudo deve-se atender as expectativas do cliente.

Uma operação mediana e uma experiência de compra que não seja satisfatória pode arruinar seu negócio.

O mercado on line é tão cruel, concorrido e exigente quanto o físico, e possui leis e condicionantes específicas que precisam ser consideradas em todo o processo, deste a aquisição dos produtos, modelo de estoque (próprio, *dropshipping ou *crossdocking) escolha da plataforma de vendas, acompanhamento do frete e pós-vendas. Tudo isso implica em muito processo!

(*Dropshipping = fornecedor manda o produto direto ao seu cliente ou *crossdocking = fornecedor manda o produto para sua empresa somente após conclusão da venda e você repassa ao seu cliente).

Dentro deste contexto, muitos empresários acreditam que o primeiro passo para implantação de um comércio eletrônico seja a escolha da Plataforma de E-Commerce (sistema responsável pelo gerenciamento e visualização da loja na Web. Nos possibilita criar a loja virtual além de outras funções que fazem parte do dia a dia de um comércio eletrônico).

Mas na verdade, a primeira de todas as etapas é olhar para dentro do seu negócio e na sequência, com maior embasamento, escolher o parceiro de tecnologia.

Seguem algumas dicas de como iniciar o olhar para dentro do seu negócio:

O QUE DEVO OBSERVAR DO MEU NEGÓCIO?

Alguns questionamentos devem ser feitos, tais como:

  • Meu produto tem viabilidade para venda on line?
  • Ele tem difícil expedição? Exemplo: Colchões precisam de acondicionamento especiais para o transporte. O transporte será pelos correios, transporte aéreo, terrestre, logísticas terceirizadas, motoboy próprio ou terceirizado, etc?
  • Existem impedimentos legais para sua venda on line? Exemplo: medicamentos possuem várias condicionantes legais. Produtos que necessitam acondicionamento de temperatura especial, por exemplo.
  • Preços e prazos são competitivo? Importante analisar o preço de venda, o preço de frete e o prazo de entrega. O frete é um dos pontos mais estratégicos, porque o cliente considera sempre o preço do produto somado ao valor que ele desembolsará de frete. Isso muitas vezes define a compra do consumidor.

O QUE DEVO OBSERVAR DO MEU PRODUTO?

  • Meu produto terá venda regional ou em todo território nacional?
  • Meu produto tem condição tributária interessante? Existem alguns Estados que possuem benefícios fiscais. No ES temos o COMPETE de VENDA NÃO PRESENCIAL (E-COMMERCE): Estabelecimentos que exercerem exclusivamente vendas interestaduais não presenciais, recolherá a título de ICMS para o estado do Espírito Santo, somente 1,155% sobre seu faturamento. Para maiores informações procure a CENTRAL CONTÁBIL.
  • Meu produto é interessante para o mercado?
  • Meu produto possui diferenciais?

O QUE DEVO OBSERVAR DO PERFIL DO MEU CLIENTE?

  • Quem são os meus clientes?
  • Eles compram on line?
  • Quais seus comportamentos on line, em suas redes sociais, etc?
  • Esses clientes são regionais ou pulverizados em todo Brasil?

O QUE DEVO OBSERVAR DOS MEUS CONCORRENTES?

  • Como meus concorrentes atuam?
  • Quais canais de vendas utilizam?
  • Quais as políticas de frete adotadas?

PLATAFORMA DE E-COMMERCE E SISTEMA DE GESTÃO – ERP

Diante de todas as especificações detectadas na análise do seu negócio, produto, clientes e concorrentes, passamos a ter uma melhor base de tomada de decisão quanto a escolha da plataforma de vendas e do *ERP, que é a segunda etapa de decisão.

(*ERP = sigla para Enterprise Resource Planning e trata-se de um software/sistema integrado de gestão empresarial que reúne numa única solução as informações gerenciais dos setores de uma empresa, tais como: como Contabilidade, Finanças, Fiscal, RH, Suprimentos, Patrimônio e Venda).

É de suma importância informar que, a plataforma de E-Commerce tem como principal objetivo a venda e o ERP tem o objetivo a gestão e o controle, mas ambos necessitam “conversar” entre si.

Ao adquirir o sistema/software de gestão (ERP) o mesmo deverá realizar interação com a plataforma de vendas on line, principalmente no que tange preços, pedidos e estoque.

Imagina um sistema sem integração com o seu estoque de produtos e você ter que atualizar manualmente a plataforma…dependendo do número de itens, isso encareceria e inviabilizaria seu negócio, além do mais, essa integração precisa ser em tempo real, para que não perca oportunidade de venda.

Sendo assim, considere nesta aquisição quais as limitações e vantagens que este ERP tem para tais interações com a sua plataforma.

Quanto a plataforma de vendas on line (e-Commerce), existem algumas opções, tais como:

  • Utilizar os grandes canais de Marketplaces. Exemplos: Americacanas, Amazon, Magazine Luíza, Submarino, Walmart, etc,
  • Criar um site próprio com canal de vendas, tele vendas, chat considerando que terá que investir também em uma empresa ou profissional de marketing digital,
  • Contratar empresa especializada em criar lojas virtuais com modelos prontos de lojas on line, fáceis de usar e rápidos de implantar no mercado virtual. Saiba mais: https://www.openk.com.br/ptl/site/home
  • Vender pelo Mercado Livre. Veja como se cadastrar: https://vendedores.mercadolivre.com.br/como-vender-no-mercado-livre/

Tudo isso dependerá de todo o estudo que conversamos no início deste artigo, ou seja, do tamanho e particularidades do seu negócio e seu público alvo e quanto está disposto a investir neste início.

Para atender à enorme variedade de comércios eletrônicos, existem plataformas direcionadas a nichos de mercado específicos e deve-se então, observar os seguintes itens:

Confira as funcionalidades da plataforma: selecionar uma plataforma que seja eficiente para o desenvolvimento das características da sua loja.

Avalie o atendimento e suporte oferecidos: pesquise sobre como o marketplace lida na resolução de problemas e como pode oferecer suporte em caso de problemas técnicos. É fundamental que a plataforma tenha um atendimento eficiente nos casos de imprevistos, pois o grande diferencial da loja on line sobre as lojas físicas é o funcionamento ininterrupto.

Observe a otimização do SEO: isso fará total diferença na posição do seu produto na busca dentro da internet. Um *SEO bem trabalhado é essencial para o sucesso das estratégias de marketing digital e os serviços oferecidos.

*SEO = Search Engine Optimization (otimização para mecanismos de busca). É um conjunto de técnicas de otimização para sites, blogs e páginas na web. Essas otimizações visam alcançar bons rankings orgânicos gerando tráfego e autoridade para um site ou blog.

Vale considerar a contratação de uma consultoria de profissionais ou empresas especializadas neste estudo de viabilidade, onde sua empresa terá o suporte para composição dos preços, margem de lucro, considerando custo, investimentos, logística, frete, situação tributária da operação, análise de custo x benefício, e busca pelo melhor canal de vendas on line.

IMPORTÂNCIA DA DEDICAÇÃO:

E por fim, considerando tantas decisões para definir seu melhor modelo de atuação de negócio, vale mencionar que não importa se você possui uma grande equipe e poder de investimento, ou se você está começando sozinho, pois o que fará enorme diferença será a sua dedicação.

Pergunte-se antes de tudo:

  • Estou ciente que as decisões estratégicas serão minhas?
  • Estou ciente que independente de ser uma um negócio virtual deverei administrar como se fosse uma loja física?
  • Estou ciente de que a plataforma que eu utilizar será somente um facilitador, ou seja, um meio de vender com base nas decisões estratégicas que eu tomei de acordo com o que eu defini do meu negócio?
  • Estou ciente que necessitarei de um bom contador consultor?

Lembre-se que em um ambiente virtual, você não necessitará pintar as paredes da sua loja, contratar muitos funcionários, estar no caixa ou enfeitando vitrines, mas você deverá ter o mesmo cuidado e carinho com a loja virtual, que teria ao abrir e operar uma loja física.

As portas virtuais ou físicas de sua loja estarão sempre recebendo aqueles consumidores que se sentirem seguros com o seu produto e a sua entrega, e que jamais abrirão mão de um preço justo, alinhado a qualidade e o excelente atendimento.

Pense nisso antes de iniciar qualquer empreendimento, seja ele on line ou não!

QUER SABER MAIS?

Nós te apoiamos através da nossa consultoria de legalização de empresas, consultoria tributária especializada e parceiros na área de Projetos de E-Commerce.

Entre em contato conosco:

(27) 9-8192-2299 / contato@central-rnc.com.br

CENTRAL CONTÁBIL – SOLUÇÕES EMPRESARIAIS

Fonte : Eduardo Leão – Diretor Comercial – Openk Tecnologia https://www.openk.com.br/ptl/site/home

Link da Live do conteúdo : https://www.youtube.com/watch?v=vlz2nXWU-LY&t=3409s

Previsa Contabilidade – https://www.previsa.com.br/

Associada RNC – http://rede-rnc.com.br/

×

Olá!

Fale diretamente com nosso comercial através do nosso WhatsApp.

× Fale conosco pelo WhatsApp!