Quem se aposentar a partir desta terça-feira, 2, já receberá um benefício menor da Previdência Social. Com o aumento da expectativa de vida do brasileiro, a estimativa é de que a redução do benefício gire em média em 0,65%.

O pior caso ocorre para quem tem idade de 69 anos, segundo cálculos do atuário especializado em previdência, Newton Conde. A perspectiva é que as novas aposentadorias para esta faixa etária caiam 1,30%, calcula Conde, diretor da Conde Consultoria e professor da Fipecafi-FEA USP.

A nova Tábua da Mortalidade, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta segunda-feira, será válida até 30 de novembro de 2015 para o cálculo do fator previdenciário, redutor utilizado na definição do valor da aposentadoria.

Ainda segundo estimativa da Conde, utilizando o período de idade em que se concedem aposentadorias (dos 40 até 80 anos), a expectativa de vida dos segurados aumentou em média 58 dias, ou seja, quase 2 meses. O aumento veio acima do que nos últimos anos, quando a média vinha subindo 40 dias.

Segundo o IBGE, a expectativa de vida do brasileiro de ambos os sexos ao nascer passou de 74,6 anos em 2012 para 74,9 anos em 2013.