*Dia do Trabalho
1º de maio

É assim que o homem vive
Do trabalho, do suor,
E o mundo vai girando,
Plantando, colhendo amor.

O homem cava a terra
Para o plantio crescer,
O outro colhe o roçado,
Alimento do viver.

A doméstica apressada,
Deixa o filho no colégio,
Segue na caminhada
Trabalhar é privilégio.

A professora na sala,
Deixa o sorriso amigo,
Bombeiro apaga o fogo,
Soldado prende inimigo.

No circo, de cara pintada,
Sorrir o palhaço engraçado,
Jardineiro colhe a flor.
Entrega na hora marcada.

O grito ecoa na sala,
Uma vida traz o médico,
Enfermeira dedicada,
Lixeiro limpa o fétido.

Voa lá o astronauta,
Procurando outro espaço,
Motorista aqui na terra,
Conduz o pobre, o ricaço…

Um necessita do outro
Para o ciclo completar,
E terá todo trabalho,
Valor em qualquer lugar.

Trabalho é força do homem.
Ao trabalhador que é herói,
Mesmo enfrentando batalhas,
No mundo que ele constrói.

Sonia Nogueira

Leia mais: https://www.luso-poemas.net/modules/news/article.php?storyid=246938 © Luso-Poemas