Dados da KPCB (Kleiner Perkins Caufield & Byers), mostram que os brasileiros ocupam o terceiro lugar no ranking de internautas mais ativos do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e do Japão. Quando o assunto é mercado para os negócios por meio da Internet, o país está em quinto lugar, perdendo somente para os mercados chinês, americano, japonês e indiano. O que isso quer dizer? Que a Internet como base de , vem impulsionando os negócios, certo?

Em meio a esse cenário, ainda há espaço para empresas contábeis tradicionais, que ainda resistem a transformação digital na contabilidade e não tratam como prioridade a no ?

Da queda das livrarias em seu formato tradicional com a chegada da Amazon e seu modelo de e-commerce seguido pelo mundo ao fim da utilização dos computadores pessoais, ocasionada pela disseminação e o aumento de capacidades dos smartphones. Segue-se então para o movimento chamado “uberização”, que já atingiu áreas como turismo, hotelaria, beleza, viagens aéreas e transportes terrestres. O consumidor busca por experiências individualizadas e de maior valor, como exemplos vemos Uber e Airbnb suprindo as experiências exigidas pelo consumidor moderno. Esses exemplos, mostram como disruptivas – que transformam seus segmentos, revolucionando as formas tradicionais de atuação no setor em que atuam.

Esse movimento está forçando as empresas tradicionais a reinventarem, sob pena de serem deixadas para trás. Deste modo, o do futuro precisa também buscar para seus serviços, conciliando formas inovadoras de atuar com as mega tendências da contabilidade.

Inovação e criatividade passam a ser prioridade para os profissionais dos . Afinal, as constantes transformações mercadológicas e comportamentais dão ao consumidor uma participação cada vez mais ativa na formação de opinião e no processo de compra. Todo esse movimento impacta diretamente na indicação de novos clientes e, por consequência, na consolidação da marca no mercado, não é mesmo?

Transformação digital na contabilidade: inovar para prosperar

Muitas empresas contábeis ainda atuam da forma tradicional, com muito papelada, burocracia e pouca inovação e tecnologia. É preciso estar atento à transformação digital, que está mudando o perfil do consumidor, e isso vale também para os clientes dos .

Segundo dados da We Are Social, publicado pelo portal de notícias R7, até 2015 o Brasil possuía 276 milhões de conexões via celular. Esse número vem corroborar o fato de que a busca por informações em tempo real é uma realidade, e que seu precisa dispor de mecanismos para atender essa demanda.

As redes sociais surgem como alternativas para tirar dúvidas, discutir e compartilhar informações importantes do dia a dia da contabilidade. Seu escritório pode (e deve!) fazer uso do Linkedin e até do Facebook para estar presente e disponível para seu público-alvo, ganhando em visibilidade e também em relacionamento com o cliente.

de conteúdo no

Nesse sentido você pode lançar mão do marketing de conteúdo, e por meio dele seu escritório contábil pode oferecer informações relevantes ao seu público-alvo e sua persona. Entender as dificuldades e dores do dia a dia e desenvolver conteúdos que entregam a informação certa, na linguagem adequada, vai engajar o público à sua marca, aumentando a percepção de valor em relação à sua empresa.

E por falar em percepção de valor, aqui está mais um ponto de atenção: se seu escritório continuar atuando de forma operacional, a percepção de valor de seus serviços também será impactada. Por isso, selecionar os nichos de mercado que serão atendidos por sua empresa, e atuar de forma consultiva, com assessoria contábil estratégica. Use seus conhecimentos a favor de sua empresa, e mostre para seus clientes que, além de lidar com as obrigações tributárias, a facilidade com as questões financeiras permite que seu escritório ofereça consultoria de alto nível. Sua empresa pode ajudar com fluxo de caixa, gastos operacionais, custos fixos e variáveis, taxas de juro, investimentos, e , entre outros fatores que colaboram para o lucro de seus clientes.

No entanto, não se pode falar em transformação digital na contabilidade, sem obrigatoriamente falar do uso da tecnologia para as atividades diárias e para melhorar e facilitar o ao cliente. Contar com a tecnologia trará eficiência para a integração contábil, recebimento dos documentos e informações para o fechamento contábil mensal e balanço anual. Além disso, você pode inclusive dispor da integração de dados entre o dos seus clientes e o do seu escritório contábil.

Transformação digital na contabilidade: inovar para prosperar

Tecnologia para atender os clientes da

A tecnologia abrirá também canais de comunicação com seus clientes, como portais de , ideais para registrar e organizar a abertura das solicitações, classificando o assunto e sua prioridade. Ou que tal um chat on-line, uma forma de consulta rápida que pode ser aplicada no escritório contábil? Lembre-se: as pessoas estão buscando informação em tempo real!

ao cliente: aqui está também um ponto crucial para a sustentabilidade dos negócios ao longo do tempo. Você já leu aqui no blog a respeito do jeito Disney de atendimento ao cliente e como ele pode ser referência no seu escritório contábil? Para Walt , “qualidade significa superar as expectativas dos convidados e prestar atenção aos detalhes”, e nos parques da companhia, princípios como segurança, cordialidade e cortesia fazem parte da rotina da organização.

Entender a cultura e como ela pode ser aplicada em seu escritório é uma bela forma de inovar, certo? Com time e atendimento diferenciados, seu escritório contábil conseguirá mais facilmente agregar valor aos serviços e fugir da competição por preço.

de conteúdo, presença nas redes sociais, atuação por , tecnologia, integração e atendimento diferenciados são oportunidades para buscar inovação no escritório contábil. do futuro, a grande questão é: quando a transformação digital na contabilidade vai chegar na sua empresa, trazendo inovação, autenticidade e sustentabilidade para seu negócio?

Fonte; por Roberto Dias Duarte