Papel do Contador evoluiu muito nos últimos anos

Diferenciais competitivos para escritórios de contabilidade

Muitos escritórios contábeis incentivam seus clientes a investirem em diferenciais competitivos tecnológicos, administrativos e comportamentais. Mas a pergunta que fica é: como anda a busca por diferenciais por parte dos próprios escritórios de contabilidade?

De acordo com uma pesquisa realizada pelo administrador de empresas, professor e sócio-presidente do Conselho da NTW Franchising, Roberto Dias Duarte:

Cerca de apenas 20% dos escritórios contábeis têm essa preocupação. Conforme a mesma pesquisa, em média, as organizações contábeis dedicam 65% das horas trabalhadas às demandas governamentais; 12% à produção e apresentação de informações para apoio à gestão dos clientes; 11% às rotinas administrativas; e 9% à capacitação dos recursos humanos. Para as atividades comerciais, de marketing, parcerias estratégicas, planejamento estratégico e gerenciamento dos resultados do escritório restam apenas 5% do tempo total.

É óbvio que a grande maioria dos Contadores pensam, querem e almejam diferenciais competitivos para seus escritórios, mas poucos são aqueles que aproveitam do pouco tempo disponível para buscar diferenciais.

A pesquisa ainda mostra que os escritórios têm empregado seus diferenciais em processos que são, na verdade, obrigações contábeis, como por exemplo o cumprimento rigoroso das obrigações acessórias e o cálculo correto dos tributos.

Convenhamos, é como se uma empresa de colchões destacasse o conforto como um diferencial. Um colchão necessita ser confortável, assim como o cálculo correto dos tributos, ética, cumprimento rigoroso das obrigações acessórias, excelência no atendimento devem ser características obrigatórias de um escritório de contabilidade, e não um diferencial.

Mas o que é um diferencial, então? É tudo aquilo que extrapola o tradicional ou vai além das características explícita no produto ou serviço pode ser considerado um diferencial. Voltemos ao exemplo do colchão. Um diferencial, por exemplo, seria a tecnologia aplicada no seu formato e na disposição das molas, de modo a proporcionar tratamento ortopédico; ou talvez a impermeabilidade, o peso, a durabilidade, a garantia, entre outros.

Nos escritórios contábeis não é diferente. Para seu escritório se destacar, você poderia oferecer:

  • Consultoria financeira;
  • Segmentar seu escritório tornando-se um especialista;
  • Supreender positivamente seus clientes com ferramentas de gestão contábil cada vez mais práticas, rápidas e seguras;
  • Ser referência em produtividade;
  • Prover informações atualizadas, através de gráficos e insights com soluções para problemas que ainda nem aconteceram, entre inúmeros outros diferenciais.

Porém, como vimos acima, 1 em cada 5 escritórios contábeis pratica os conceitos básicos de gestão estratégica na administração de seus negócios. Isso é um tanto quanto preocupante. Veja o que o Roberto Dias Duarte comenta sobre essa realidade:

Tal cenário mais uma vez reflete a comoditização vivida pelo setor, bem como a pouca percepção de valor, por parte dos seus clientes, com relação aos quesitos atendimento, personalização e oferta de serviços.

papel do Contador evoluiu muito nos últimos anos, deixando para trás aquela imagem do “cara dos impostos”. Ele passou a ser mais ativo e participativo do que nunca no dia a dia do micro e pequeno empresário, um verdadeiro consultor de negócios. A tendência dos escritórios contábeis mundiais é se inserir cada vez mais no meio digital, tendo a tecnologia ao seu lado como um fator estratégico no crescimento e amadurecimento do setor, sendo o principal gerador de um diferencial competitivo.

É importante compreender que os Contadores que já veem nos diferenciais uma oportunidade de se destacarem no mercado estão a um passo à frente. A automatização de processos manuais e a concentração no aconselhamento gerencial do cliente é um divisor de águas entre o sucesso e a estagnação de um escritório de contabilidade.

Contador, para te auxiliar em um diagnóstico inicial do seu escritório quanto a diferenciais competitivos, procure responder às seguintes perguntas:

  1. Quanto tempo você tem dedicado ao planejamento estratégico e à busca por diferenciais em processos, atendimento e serviços?
  2. Seu cliente compreende a sua importância na gestão da empresa dele? Ele enxerga a sua função como algo fundamental para aumentar as chances de ter sucesso e encurtar caminhos?
  3. Você tem se comportado como um consultor de negócios ou ainda se vê preso às burocracias governamentais e aos processos manuais de seu escritório?
  4. Seu escritório tem tido produtividade?

*Vinicius Roveda atua há 15 anos no mercado de tecnologia e internet. Possui formação em Ciências da Computação, MBA em Gestão Empresarial e especialização em Gestão de Produtos. É fundador e CEO da ContaAzul, fornecedora de software de gestão online para MPEs de todo o Brasil. A ContaAzul foi acelerada pela americana 500Startups e já recebeu aportes de diversos investidores mundiais desde 2009.